Blogger templates

quinta-feira, 3 de abril de 2014

Filme espírita estreia este ano

CAUSA E EFEITO – Um filme de André Marouço, com Matheus Prestes, Luiz Serra e Rosi Campos.

Depois do sucesso da parceria com O Filme dos Espíritos, a produtora cearense Estação Luz Filmes e a paulista Mar Revolto Produções voltam a se unir para a realização de um novo filme. Trata-se do longa metragem Causa e Efeito, segundo filme de André Marouço, que produziu, escreveu e dirigiu em 2011 “O Filme dos Espíritos”, longa que ganhou prêmio de melhor roteiro no Sesc Melhores Filmes.

Com lançamento previsto para este ano, o filme “Causa e Efeito” é um drama com temática espírita que conta a história de Paulo, um policial que tinha uma vida tranquila até que um motorista alcoolizado atropela e mata sua esposa e filho. O motorista não é preso e revoltado Paulo torna-se justiceiro. Contratado para dar fim a uma garota de programa chamada Madalena, ele se sensibiliza com a história dela e coloca-se em fuga com a moça. Na fuga, o casal se apaixona e juntos reajustam suas condutas de vida, auxiliados por um trio de religiosos: um padre, um pastor e um espírita. Ao longo da trama os protagonistas alcançam o amor, a paz e a iluminação.


As filmagens foram iniciadas em maio em São Paulo e agora chegam à capital cearense. Na próxima sexta-feira, 28, uma equipe de dez profissionais vem a Fortaleza para a gravação de algumas cenas. Além dos atores Maurycio Madruga e Matheus Prestes e do diretor André Marouço, a equipe é composta por câmeras, assistentes, diretor de arte, diretor de fotografia, técnico de efeitos especiais, operador de som e maquiador. Também vão participar da cena sete atores locais, com destaque para Haroldo Serra e Hiroldo Serra.

“O Filme dos Espíritos”

“O Filme dos Espíritos” ganhou prêmio de melhor roteiro no Sesc Melhores Filmes e já foi assistido por mais de 2 milhões de pessoas sendo o 10º filme nacional mais assistido em 2011. A expectativa é de que outras dez milhões de pessoas assistam ao filme em canais abertos e outras mídias.

Estação Luz Filmes

A produtora cearense Estação Luz Filmes, desde 2008, já levou às telas do cinema nacional cinco filmes, sendo responsável por 72% do total de espectadores para filmes de produtoras nordestinas lançados entre 1995 e 2011. Os dados estão na Cartografia do Audiovisual Cearense, publicação lançada em 2012 no Ceará, que revelou um cenário promissor para a produção de cinema no Estado.

A produtora, que tem à frente o diretor executivo Sidney Girão, se propõe a levar às telas temáticas de caráter humanitário e espiritualista, sendo destaque no cenário nacional desde a primeira produção. O filme Bezerra de Menezes – O Diário de um Espírito, levou aos cinemas um público de 505.369 espectadores, ficando em cartaz por 27 semanas(de 29/08/08 a 26/03/09), resultado raro para um filme nacional. Durante a primeira semana de exibição ficou em segundo lugar na classificação entre todos os filmes que estavam sendo exibidos no Brasil. O sucesso resultou no faturamento de R$ 3.526.005,00.

Depois do primeiro sucesso, veio Chico Xavier (2010), do diretor Daniel Filho, co-produção da Estação Luz Filmes, que levou aos cinemas cerca de 3 milhões e 500 mil espectadores. Em 2011, a Estação Luz Filmes foi além. Levou às telas duas produções: As Mães de Chico Xavier(2011), dos diretores Glauber Filho e Halder Gomes e O Filme dos Espíritos(2011), uma co-produção com a Mundo Maior Filmes. Os dois filmes foram para o ranking das produções que tiveram mais de 500 mil espectadores naquele ano, segundo dados da Agência Nacional do Cinema, Ancine.

Em 2012, a produtora partiu para um projeto mais ousado: uma ficção científica com abordagem espiritualista, o longa Área Q, do diretor Gerson Sanginitto. O filme teve locações nas cidades cearenses de Quixadá e Quixeramobim e, nos Estados Unidos, em Los Angeles, na Califórnia. Uma parceria da Estação Luz Filmes com a Reef Pictures, Sophia Filmes, ATC Entrenenimentos e Boa Vontade Filmes, tendo como co-produtora a Mundo Maior Filme. E foi com este filme que a Estação Luz Filmes trouxe para o Ceará o Prêmio Fiesp-Sesi de Cinema na categoria Montagem - Helgi Thor e David Davidson. O Prêmio foi entregue no último dia 11 de junho em São Paulo.

Para o diretor executivo da Estação Luz Filmes, receber essa premiação de uma instituição importante como a FIESP é motivo de orgulho e esperança. Para ele, um exemplo a ser seguido no nosso Estado. Ele destaca que o Ceará tem produtores muito bons e está pronto para produções cinematográficas. Para ele, investir na produção de cinema no Ceará é gerar emprego, renda, e aquecer o turismo, promovendo as belezas e riquezas naturais do nosso Estado para o Brasil e para o mundo.

*Notícia extraída do site Samaritanos com modificação da Equipe de Comunicação do LEAE.

0 comentários: